Home

Data Atual
Hora


Jan23

Com 108 filmes, Mostra de Cinema de Tiradentes chega à 20ª edição

E-mail Imprimir PDF

Léo Rodrigues
Agência Brasil

Com uma programação que inclui 108 filmes, a Mostra de Cinema de Tiradentes teve início na última sexta-feira. O evento, que está completando 20 anos, será realizado até o dia 28 de janeiro no município de Tiradentes (MG) e todas as suas atividades são abertas gratuitamente ao público. Além das sessões cinematográficas, serão realizadas oficinas, debates e apresentações culturais.

Realizada pela Universo Produções com apoio do Ministério da Cultura, a Mostra de Cinema de Tiradentes é responsável por abrir o calendário audiovisual brasileiro. Nesta 20ª edição, o tema do evento será Cinema em Reação, Cinema em Reinvenção. Especialistas convidados farão um balanço da produção cinematográfica dos últimos 20 anos no país e vão discutir os desafios em um período de crise econômica e política.

Dos filmes a serem exibidos, 34 são longas-metragens e dois médias. Há ainda 72 curtas-metragens, de 11 estados diferentes. A programação completa está disponível na página oficial do evento.

Uma novidade da mostra deste ano é a criação do Troféu Helena Ignez, que será entregue a uma mulher, de qualquer área, que tenha se destacado em alguma produção. A iniciativa surge num momento de destaque da participação feminina nas produções que serão apresentadas. Dos 108 títulos incluídos na programação, 43 deles tem uma mulher na direção, cerca de 40%. Nas primeiras edições do evento, os filmes dirigidos por uma profissional do sexo feminino surgiam apenas como exceções.

Leia mais...
 
Jan19

Operação Antiquários apreende obras de arte que seriam do Museu Imperial

E-mail Imprimir PDF

Cristina Índio do Brasil
Agência Brasil

A Polícia Federal apreendeu ontem (18), durante a realização da Operação Antiquários, 21 objetos de arte no Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. No Rio e em São Paulo foram recuperadas 13 peças no total. Em Salvador, além de cinco itens, foram apreendidos três livros raros.

A operação foi deflagrada para apurar o furto de obras de arte que pertencem ao Museu Imperial, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. Os agentes cumpriram três mandados de busca e apreensão, expedidos pela 6º Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. As diligências ocorreram nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. A intenção era localizar as peças e aprofundar as investigações do crime de furto qualificado, cuja pena pode chegar a 8 anos de reclusão e multa.

Acervo Geyer

De acordo com a Polícia Federal, em 1999, cerca de 4 mil obras pertencentes a Paulo e Cecília Geyer foram doadas, por meio de escritura pública, ao Museu Imperial. Na época, a doação incluiu ainda uma casa no Cosme Velho, zona sul do Rio. As investigações do inquérito policial indicam que, com a morte de Maria Cecília em 2014, última usufrutuária do imóvel após a morte de Paulo, dez anos antes, parentes do casal podem ter aproveitado para furtar diversos itens doados, antes da incorporação definitiva das peças ao acervo do museu.

Leia mais...
 
Jan18

Empresário Artístico: JM paga 50% da sua inscrição

E-mail Imprimir PDF

Ex empresário de Inezita Barroso ensina técnicas para vender artistas, projetos e buscar patrocinadores e parceiros. O JM repete a promoção de sucesso e vai pagar 50% do valor de dez inscrições.

Aparecida Santa Rita
Redação JM

Em parceria com a SGJ Produções Artísticas, o Jornal Movimento vai pagar 50% do valor para as dez primeiras inscrições para o Curso para Empresário Artístico.

Único no país, o Curso tem como objetivo capacitar o participante a conhecer as técnicas e terminologia adequadas para a venda de shows e demais projetos artísticos. Responsável pelo Curso, o jornalista Synésio Júnior atua na área há mais de 40 anos. Foi produtor e empresário de grandes nomes como Inezita Barroso, Pena Branca, Robertinho do Acordeom e Irmãs Galvão. Ainda hoje, atua na área trabalhando com o ator e cantor Jackson Antunes e o compositor e violonista Theo de Barros, entre outros.

-“É uma área em que as pessoas se atiram de cabeça, muitas vezes sem conhecimento algum, tendo como base apenas o que leram em matérias sobre artistas. Vão tomando conhecimento no meio do caminho, de forma amadora.

Mas, conhecer o mercado, suas regras e atalhos é fundamental. Evidente que sim”, diz Synésio, “principalmente nos dias de hoje onde quando a oferta é infinitamente maior que a procura”, conclui. Ele ressata que “vender artista é igual a vender livros, sabão em pó. É preciso, além de conhecimento, um bom planejamento e desenvolver estratégias. Principalmente no momento de crise.“

Num mercado cada vez mais exigente e competitivo, onde as tecnologias avançam num piscar de olhos, encontrar pessoas qualificadas pode ser um diferencial importante e decisivo para o sucesso de uma carreira ou de um projeto.

Leia mais...
 
Jan18

Museu reabre no Rio com atrações sobre energia com foco em estudantes

E-mail Imprimir PDF

Alana Gandra
Agência Brasil

O Museu da Energia reabriu as portas para o público no Rio de Janeiro com o objetivo de atrair adultos e estudantes do ensino médio.

Inaugurado em 2012 pela distribuidora Light, o museu tinha como foco o público infantil. Após a reforma, o museu traz atrações para despertar o interesse de outros visitantes.

“Ele fica menos infantil e passa a ter uma aderência maior ao tema energia, sem perder a ludicidade que sempre teve”, disse o gerente do Instituto Light e do Centro Cultural Light, Luis Felipe Younes do Amaral.

Uma das novidades é um túnel montado com lâmpadas de LED de várias cores, penduradas ao longo do trajeto, em uma espécie de circuito elétrico. A ideia é chamar atenção de estudantes do ensino médio que já têm conhecimento de física e eletricidade. Os visitantes deverão entrar no túnel, em grupos de três em três, e andar sem encostar nas lâmpadas que simulam fios de um circuito elétrico.

Outras atrações permanecem como a Praça das Energias e a maquete Caminhos da Energia, feita com peças do brinquedo Lego, lançadas em 2015.

Leia mais...
 

Tempo